Quer se goste dele ou não, Dave Grohl é uma personalidade incansável. Apesar de ter anunciado o hiato dos Foo Fighters por alturas de outubro do ano passado, o guitarrista e vocalista parece ter voltado atrás com a sua decisão, tendo informado a NME de que a banda irá começar a trabalhar num novo álbum durante as próximas semanas.

Depois do sucesso a nível crítico e comercial que foi Wasting Light, tendo inclusive recebido 4 Grammy Awards, e da enorme digressão que o sucedeu (recorde-se que a banda passou pelo Optimus Alive de 2011), David Grohl deu a entender que a banda ia ter um período de descanso prolongado. No entanto, 4 meses depois, um dos mais ativos músicos do Rock anunciou recentemente à NME que a banda ia começar o processo de escrita nas próximas semanas.

O músico norte-americano não tem propriamente aproveitado a pausa da banda para descansar, tendo se dedicado nos últimos tempos ao seu projeto Sound City, um documentário sobre a história dos estúdios Sound City, situados em Los Angeles, contando com inúmeras entrevistas de personalidades da música como Josh Homme, Trent Reznor, Tom Petty, Stevie Nicks e, claro está, Paul McCartney.

A figura mítica dos Beatles gravou uma música original com os restantes ex-membros dos Nirvana, tendo esta sido tocada ao vivo no concerto de beneficência para as vítimas do furacão Sandy.

O projeto Sound City conta também com uma banda-sonora original, fruto das colaborações de Dave Grohl com vários dos músicos envolvidos no documentário, e já teve algumas performances ao vivo, como no programa de David Letterman.

Para além de tudo isto, convém não esquecer que face à saída de Dave Castillo do posto de baterista dos Queens of the Stone Age (com concerto marcado para Portugal no Super Bock Super Rock), Dave Grohl foi recrutado para tocar no mais recente álbum da banda californiana, a ser lançado durante este ano.