A aplicação Chubby Checker, da Hewlett Packard, deu origem a um processo judicial. Esta ferramenta informática que permite medir o órgão sexual masculino tem o nome de um artista americano, agora com 71 anos. O cantor avançou para a justiça porque se sentiu prejudicado pela escolha da empresa.

A HP utilizou este nome para uma aplicação para plataformas móveis desenhada para medir o tamanho de pénis. O artista, que se sentiu prejudicado no seu bom nome, pede agora uma indemnização de 500 mil euros, conta a CNN. Entretanto a aplicação foi retirada do mercado, mas Chubby diz que não foi a tempo e avisa até que um site não ligado à empresa continua a disponibilizar este programa para descarregamento.

Chubby Checker, no sentido que a empresa lhe queria dar, tinha a ver com Chubby, uma das palavras utilizadas na língua inglesa para pénis, e Checker, aqui relativo a medidor/verificador.