João Chaves, a lendária voz do Oceano Pacífico, «desliga o microfone» a partir de 18 de fevereiro. A RFM, em resposta à perda da liderança de audiências, reformulará a partir desse dia toda a sua programação. O mítico timbre por detrás das músicas calmas do Canal 2 da Renascença deixa de ser ouvido depois de 29 anos de tradição noturna.  

Esta mudança junta-se às alterações feitas no Café da Manhã. A mudança de programação é dada pela emissora como «um processo normal e recorrente nos 25 anos da sua existência» e que «foi elaborado com a participação de todos os animadores, produtores e colaboradores».

Numa mensagem deixada aos ouvintes, a estação não anuncia qualquer novo projeto para João Chaves, garantindo apenas que este continuará ligado à «rádio que ajudou a crescer». O locutor explicou, no seu Facebook, que foi sua decisão  «poder estar, como tu, a ouvir o Oceano Pacífico tranquilamente em família», deixando o programa entregue a Marcos André, que já era também o seu habitual substituto nas férias de verão.

Neste mesmo texto, é prometida uma RFM «com novidades, informação, muita música e com a possibilidade de dobrar o teu ordenado».