A rubrica de maior sucesso de Nuno Markl está de regresso à antena da Rádio Comercial. As manhãs da estação voltarão a ter O Homem que Mordeu o Cão a partir de dia 18 de fevereiro, em substituição da rubrica Mixórdia de Temáticas, apresentada por Ricardo Araújo Pereira.

O regresso” estava já a ser anunciado na rádio, mantendo o mistério acerca do que se trataria. A confirmação oficial por parte de Nuno Markl chegou hoje, através da sua página de Facebook, na qual garante que O Novo Homem Que Mordeu o Cão regressará, desta vez com a ajuda dos companheiros das Manhãs da Comercial: Pedro Ribeiro, Vanda Miranda e Vasco Palmeirim.

Markl admite que já lhe acabaram as ideias para novas rubricas e que o formato fechado – tal como era já A Caderneta de Cromos – d’A Grande História Universal das Traquitanas é desgastante, estando a escrever dez textos por semana, que precisam de uma grande dose de pesquisa. Assim, “de todos os formatos que fiz, aquele onde posso ser novo todos os dias é O Homem Que Mordeu o Cão“, afirma. As pessoas continuam a perguntar por ele quando o vêem na rua e o sucesso que fez, desde a estreia em 1997, fizeram com o que o humorista o escolhesse para o grande regresso.

Procurar e narrar as histórias reais mais improváveis” sempre foi o intuito da rubrica, prossegue Markl. “Em cada episódio do Cão, tudo podia acontecer” e, agora, “a minha sede era a de reencontrar a liberdade que o Homem Que Mordeu o Cão me dava“: uma rubrica que representa diariamente “todas as infinitas possibilidades da Rádio, assentes naquilo que mais gozo me dá fazer na vida: contar histórias“.

A rubrica, originalmente apresentada por Markl, Pedro Ribeiro, Ana Lamy e José Carlos Malato, originou três livros, espectáculos ao vivo, digressões nacionais e um programa de televisão. Nas digressões, a rubrica apresentou uma geração de novos humoristas, como Ricardo Araújo Pereira, Zé Diogo Quintela, Nilton, Aldo Lima, João Quadros ou Bruno Nogueira.