Segundo várias fontes e notícias durante esta última semana, a cantora Lana Del Rey encontra-se a preparar o seu segundo álbum de estúdio. Os The Strokes já deram o título ao seu novo álbum a sair em março: Comedown Machine e os MGMT prometem um disco em junho, com influências eletrónicas.

Sobre o sucessor de Born To Die, da norte americana Lana Del Rey, ainda pouco se sabe, a não ser que a cantora foi fotografada a entrar num estúdio em Los Angeles juntamente com produtores e compositores. Aqui,  no site do Daily Mail, podem-se ver algumas fotografias da cantora nesse dia, onde apresenta um look casual e sem maquilhagem.  A cantora esteve o verão passado em Portugal, no festival Super Bock Super Rock, tendo lançado nesse mesmo ano de 2012 o seu álbum de estreia e a sua reedição Born To die – The Paradise Edition onde incluía músicas inéditas, incluindo a canção Blue Velvet, um contributo seu para a marca H & M.

Quando aos Strokes, depois da polémica acerca da nova música lançada na passada semana, One Way Trigger, que causou reações divergentes entre os fãs; sabemos agora que o novo álbum já tem nome – Comedown Machine e deverá sair para as lojas no próximo dia 25 de março. Sabe-se ainda que durante este mês de fevereiro chegará ao conhecimento do público o tema All The Time. Foi divulgada ainda a capa do disco, que se encontra abaixo:

Os norte americanos MGMT estiveram cerca de um ano a preparar este  novo álbum, que deverá sair em junho, juntamente com o produtor Dave Fridmann (Flaming Lips, Mercury Rev), segundo contaram à  Rolling Stone. Desta vez, o álbum foi gravado totalmente pela dupla Ben Goldwasser/Andrew VanWyngarden, algo que não aconteceu no disco anterior Congratulations (2010), onde seguiram um formato “banda”. Segundo informação avançada pela revista blitz, sabe-se ainda que seguirão um formato mais eletrónico por serem influenciados por Aphex Twin e música house. Disse Ben Goldwasser sobre este novo disco: “não estamos a tentar fazer música que as pessoas apreendam à primeira. E a editora não espera que nos transformemos numa banda de top 40“.