É já no próximo sábado que o festival Sons de Vez regressa a Arcos de Valdevez. Com um cartaz heterogéneo, que vai da pop ao jazz, o Sons de Vez prolonga-se até 23 de março. 

Os Amor Electro são os escolhidos para fazer a abertura desta 11.ª edição do festival de música moderna portuguesa, que decorre no auditório Casa das Artes.

Entre as 10 propostas musicais para esta edição, constam ainda nomes como os Hot Pink Abuse e Valter Lobo, que atuarão no fim de semana que se segue. 

No dia 16 de fevereiro, o festival minhoto receberá os The Last Internationale. No dia 23 do mesmo mês, os Supernada, de Manuel Cruz, serão os anfitriões e trarão ainda os temas de Nada é possível.

Festival Sons de Vez

No primeiro fim de semana de março, dia dois, o público será brindado com os dois produtores e rappers mais influentes a nível nacional, Mundo Segundo Sam The Kid, que chegarão ao palco para se defrontarem numa verdadeira battle.

Na semana seguinte, Fast Eddie Nelson, a apresentar Nuff Said!, e Thee Chargers trarão um pouco de rock a Arcos de Valdevez.

Para os dois últimos fins de semana, o Sons de Vez reserva Black Bombaim, com o seu rock psicadélico a ser reproduzido pelos temas do álbum Titans, e Kiko & The Jazz Refugees, que encerrarão assim o festival com temas de blues jazz, no dia 23.

Também no âmbito deste festival, está previsto o lançamento de um disco com alguns dos nomes que já atuaram nas edições anteriores e uma exposição de fotografia que retrata a edição do ano passado.