O senhor Virgínio Paulo, pai de Paulo Gonzo, com 82 anos, faleceu na tarde de 22 de janeiro na sequência de um atropelamento por um veículo da polícia, na estrada de Benfica.

O acidente ocorreu quando o pai do cantor tentava apanhar o autocarro para casa, da qual já se encontrava bastante próximo. Ao contorná-lo pela traseira, pois não conseguiu atingi-lo a tempo, surpreendeu os agentes que se deslocavam imediatamente atrás.

Apesar de ambos os intervenientes se tentarem desviar, o embate no solo terá provocado um traumatismo grave à vítima, e terá sido essa a causa da sua morte. Faleceu após os possíveis cuidados no Hospital de Santa Maria.

Os polícias não terão conseguido evitar a tragédia, uma vez que se deslocavam em marcha de urgência, pois o veículo transportava três detidos.

Encontram-se agora sujeitos a apoio psicológico dada a gravidade da situação. Um destes elementos terá mesmo expressado a intenção de apresentar um pedido de desculpas pessoalmente ao artista.