Michael O’Leary, CEO da companhia aérea de baixo custo Ryanair, assegurou que tem como um dos grandes objetivos da empresa em Portugal colocar Lisboa nas rotas europeias, criar a rota Lisboa-Porto por 10 euros e  aumentar o número total de passageiros no nosso país de 3,5 para 10 milhões.

Em entrevista ao jornal Dinheiro Vivo, aponta as estratégias que podem resultar neste aumento de tráfego, “No Porto, com mais um avião baseado e cinco novas rotas para este ano, esperamos aumentar o tráfego de 2,3 milhões para quatro milhões de passageiros; em Faro, temos planeadas duas novas rotas que permitirão passar de 1,5 para 3 milhões; e, em Lisboa, podemos gerar um tráfego de quatro milhões de passageiros em quatro anos“.

No entanto, acerca da nova rota, o executivo eleva a fasquia e adianta que se “tiver de concorrer também com os caminhos de ferro, tanto melhor para os consumidores portugueses“.

Ryanair  já está presente em Faro desde 2002 e no Porto desde 2005. Devido ao baixo custo das viagens e à diversidade de rotas, a empresa tem ajudado o turismo nestas regiões.

figures-4284