As tecnologias de acesso à Internet móvel constituem 50% de toda a despesa mundial em tecnologia e a tendência aponta para um crescimento neste ano.

Depois de uma quebra de 1% no ano passado, o setor da tecnologia vai crescer em 2013, em contracorrente com a crise. Por detrás desta evolução encontram-se os tablets e smartphones.

Os gastos em produtos tecnológicos vão assim alcançar 482 mil milhões de euros em 2013, mais 4% que em 2012, segundo diz o relatório de uma associação norte-americana que representa a indústria de bens de consumo, a Consumer Electronic Association (CEA).

A consultora GFK, em parceria com a CEA, realizou este estudo que indicou a crise na Europa e o fraco crescimento dos Estados Unidos da América como motivos para o decréscimo do consumo de 1% em 2012. Pelo contrário, nos países emergentes manteve-se o crescimento. As previsões apontam para um crescimento de 9% no mercado tecnológico nos países emergentes e de quase 1% nos países desenvolvidos.

Smartphones, tablets e computadores portáteis representam 50% de toda a despesa mundial com tecnologias de consumo e 40% está concentrada somente nos smartphones e tablets.