O início de 2013 traz poucas alterações aos canais públicos. Um investimento na produção portuguesa, reformulação de programas já existentes e algumas estreias são as marcas das grelhas da RTP1 e RTP2.

RTP1

O primeiro canal vai sofrer uma reformulação, especialmente no prime-time. Mais séries e menos concursos é a premissa que os responsáveis pela televisão pública vão adotar neste novo ano. Os programas Praça da Alegria e Portugal no Coração vão mudar de apresentadores. No primeiro, João Baião e Tânia Ribas de Oliveira vão ser os novos anfitriões e da parte da tarde ficarão José Carlos Malato e Maria Leite Castro. Jorge Gabriel e Sónia Araújo vão integrar um novo projeto de entretenimento aos sábados à tarde.

O programa 5 Para a Meia-Noite vai ter uma nova temporada, enquanto Estado de Graça não foi renovado. Para substituir o momento de comédia da RTP1, Bruno Nogueira vai estrear Odisseia em conjunto com Gonçalo Wadington e Nuno Lopes. Depois do Adeus, Agora é a Sério, Hotel Cinco Estrelas, Os Açorianos, Não me sais da Cabeça e Sinais da Vida são o investimento do canal 1 na produção nacional e vão ter lugar depois do Telejornal, no horário antes destinado ao concurso Decisão Final.

http://www.youtube.com/watch?v=EeF57udj4-M

RTP2

As alterações no segundo canal não são tantas como no primeiro. A estreia de um novo programa de cultura, que substituirá Câmara Clara, e o regresso aos dias úteis do Cinco Noites, Cinco Filmes são as maiores mudanças na RTP2. Incógnita continua a prometida e aguarda renovação do Sociedade Civil. Também as séries internacionais vão ter um novo horário: deixam de ser exibidas durante a semana e podem ser vistas aos fins-de-semana, em horário nobre. De segunda a sexta, no horário nobre, o canal 2 vai promover, à semelhança da RTP1, a produção nacional através de minisséries.