Gangnam Style de PSY volta a bater recordes ao ultrapassar a marca do um bilião de visualizações no YouTube. Em outubro deste ano o vídeo  conquistou o estatuto do “vídeo com mais ‘likes’”. No mês de  novembro a música do rapper sul coreano ultrapassa a marca  das 840 milhões de visualizações, ultrapassando o recorde de Justin Bieber com o tema  Baby, detentor de 813 milhões.

Gangnam Style é o vídeo mais bem sucedido da história do YouTube, foi o primeiro a quebrar a barreira dos milhões de visualizações e entrar no território dos biliões. Lançado a 15 de julho por PSY, de 34 anos, cujo nome verdadeiro é Park Jae-Sang, o tema conquistou logo no primeiro dia 500 mil visualizações e em pouco tempo se tornou um fenómeno global, ouvido e dançado nos quatros cantos do mundo.

O vídeo, repleto de humor, tem também uma componente crítica. Gangnam é o nome do bairro mais luxuoso da capital sul coreana, uma espécie de Beverly Hills, onde o estilo de vida é o representante máximo do consumo e da ostentação. A música fala daqueles que fazem de tudo para subir na hierarquia social e ter uma vida ao estilo Gangnam.

Para os sul-coreanos a mensagem da música é clara: Gangnam Style  é uma paródia social, uma crítica à sociedade desigualitária e hipermaterialista da Coreia do Sul, em que a classe trabalhadora é explorada por uma elite corrupta. A faixa foi feita a pensar exclusivamente no mercado sul-coreano, sem qualquer pretensão de internacionalização e talvez tenha sido este aspecto que a tornou viral.

Há anos que a Coreia do Sul luta para lançar as suas músicas, o K-POP, nos Estados Unidos; sempre existiu uma barreira de cepticismo e desconfiança do mercado norte-americano face a música asiática; mas contra tudo e todos entrou em cena  PSY com o seu Gangnam Style, que conquistou o mundo. O seu segredo é simples: ‘dress classy and dance cheesy”.