Com o objetivo de promover a vertente de jornalismo digital e de ajudar as gerações vindouras de repórteres, a Google Journalism Fellowship irá oferecer bolsas de estudo a estudantes universitários, com formação nos Estados Unidos da América.

Procuram-se bons e promissores alunos com competências a nível de escrita, investigação e comunicação, que mostrem “compromisso e paixão pelo jornalismo, bem como interesse em explorar modelos de negócio para ajudar a indústria na era digital”.

Apresentando critérios rigorosos de candidatura, baseados essencialmente em notas de mérito,  gestão e argumentação, os estudantes selecionados pela Google irão receber uma bolsa de estudo no valor de 5600 euros, assim como 752 euros para despesas de deslocação. Os bolseiros terão a possibilidade de integrar várias organizações como o “Center for Investigative Reporting”, na Califórnia; o “Committee to Protect Journalists” em Nova Iorque; o “Investigative Reporters & Editors/National Institute for Computer Assisted Reporting”, no Missouri; a “Knight Foundation” em Miami; o “Nieman Journalism Lab” em Cambridge, Massachussets; o “Pew Research Center’s Project for Excellence in Journalism” em Washington DC; o “Poynter” na Flórida; e o “ProPublica”, em Nova Iorque.

O percurso de formação iniciar-se-á em Miami, na Knight Foundation, continuando depois numa das várias organizações parceiras da iniciativa, e terminando na sede da Google, em Silicon Valley, na Califórnia. Esta terá a duração de dez semanas que se restringerão aos meses de junho e agosto.

Para efetuar a candidatura, basta ir à seguinte página da Google:

http://www.google.com/get/journalismfellowship/apply.html