As receitas publicitárias dos jornais online norte-americanos têm apresentado um crescimento enorme, prevendo-se que este ano irão superar as edições impressas pela primeira vez, alertando para uma adaptação urgente nas revistas e jornais.

A revista Newsweek surge como exemplo da crescente preferência pelos formatos online e leitores eletrónicos, pois vai desistir do seu lugar nas bancas já no final deste ano e passar apenas a publicar na Internet, numa altura em que se preparava para fazer 80 anos de formato impresso.

Tina Brown, a editora da revista, e Baba Shetty, o presidente da editora, declararam no anúncio do fim da edição em papel que “Esta decisão nada tem a ver com a qualidade da marca ou do jornalismo da Newsweek, que é tão poderoso quanto sempre. Tem a ver com condições económicas difíceis para a edição e distribuição”.

A consultora eMarketer  já apresentou dados que afirmam que os investimentos publicitários em meios digitais vão alcançar os 37,31 mil milhões de dólares este ano, tornando-se superior aos 34,33 mil milhões de dólares destinados à imprensa tradicional, jornais e revistas, registando assim um novo decréscimo.

Neste contexto, a subdiretora desta vez da revista New Yorker, Pam McCarthy, afirma ainda que “É preciso planear para o futuro, mas não sabemos realmente como vai ser o cenário”.