Todos os fins-de-semana, o Espalha-Factos está a recordar as histórias das nove temporadas de Morangos com Açúcar. Hoje recordamos a quarta série de aulas e de verão, que marcaram a viragem de um dos conceitos mais importantes da trama: este foi o último ano do Colégio da Barra.

 

Esta temporada é escrita pela Casa da Criação, por nomes como Sandra Santos, António Barreira, Catarina Peixoto ou Patrícia Müller. Realizada por Hugo de Sousa, Miguel Guerreiro e João Quaresma, tanto a temporada de aulas como a de verão tiveram como diretor de projeto Jorge Cardoso. Já a produção, ficou a cargo de Teresa Amaral e Luís Fialho Ricó.

httpv://www.youtube.com/watch?v=kOB6jnmSkbw

Na temporada de aulas, o tema de abertura era Nunca Mais Dizer Nunca dos 4Taste. Na série de verão, os Mundo Secreto gravaram uma nova versão de Chegamos à Party, que foi o som do genérico da história.

O NOVO COLÉGIO DA BARRA


O ponto de partida desta temporada é a inauguração do novo Colégio da Barra. Depois das antigas instalações terem desaparecido, devido ao incêndio provocado pela Popstar Mónica, a diretora Maria José optou por fundir o colégio com outra escola privada da zona. O Colégio de São Rafael, que tinha poucos alunos, estava em grandes dificuldades financeiras e em risco de fechar e por isso mesmo a diretora associou-se a Augusto Ravina e o negócio concretizou-se.

Na nova série, vão ser abordadas várias temáticas que vão originar muitas histórias: há relações passageiras que podem ter consequências a longo prazo, há sentimentos de amizade que se misturam com os de amor, há alunos que não querem perder um segundo com os estudos, há famílias com graves problemas financeiros, há quem vá descobrir o outro lado da fama, há famílias de acolhimento e mães à força, há amigas interesseiras e amores sem barreiras.

RIVALIDADES ENTRE ALUNOS…

A fusão do Colégio de São Rafael com o Colégio da Barra não vai ser pacífica. A rivalidade tem duas frentes, por um lado os alunos e por outro os professores. Ninguém está disposto a mudar. Os alunos de S. Rafael não querem partilhar o seu território. O colégio é deles, estavam lá primeiro e não admitem que intrusos tomem o seu lugar.

Os alunos de São Rafael têm regras e hábitos que não serão facilmente aceites pelos alunos da Barra. Os conflitos entre os novos e velhos alunos vão suceder-se para ver quem manda no colégio.

A lista que governa a associação de estudantes é a mesma há anos e não lhes passa por a cabeça eleger um novo presidente. Para os alunos da Barra isto não faz sentido e querem mudar tudo. Se no caso dos alunos é difícil imporem-se, já no caso dos professores não é bem assim.

.
… E ENTRE PROFESSORES

A antiga direção está fragilizada e o Colégio da Barra tem o controlo financeiro. Augusto Ravina, o diretor da instituição, não está disposto a ceder. Maria José assumiu a direção e decidiu remodelar tudo. O novo e moderno visual irrita solenemente. Conservador e autoritário, Augusto (que também é professor de Geografia) vai chocar com Maria José.

Ele não suporta as suas ideias e métodos inovadores e os dois vão discordar em tudo. Julieta Borges começa por defender as ideias de Maria José, mas gradualmente vai-se identificando com as ideias de Augusto. Paulo Antunes é o professor de Matemática e está invariavelmente do lado de Augusto. É o seu braço direito e não suporta a invasão do seu colégio. Do lado de Maria José estão Teresa Melo, a professora de Educação Física e Margarida Prata, a professora de Português.

.
ANDRÉ E SOFIA: UMA RELAÇÃO DE AMOR/ÓDIO

André Marquês e Sofia Sousa vão ter um pelo outro uma antipatia imediata. É que Sofia não suporta a personalidade de André. Acha-o estouvado, convencido e arrogante, para além de ter a mania que consegue conquistar todas as miúdas do Colégio e arredores. E André também tem a pior impressão dela. Com o passar do tempo, esse ódio dará origem ao amor… mas Tânia, namorada de André, não deixará o casal ser feliz.

André frequenta o 12.º Ano do Colégio da Barra na área de Desporto. É um aluno mediano e escolheu esta área porque achou que era mais cool, mas ainda está à espera de descobrir a sua verdadeira vocação. Filho de dois jornalistas, André sempre teve espaço para fazer o que quis, o que fez dele um rapaz muito independente. Adora jogar basquetebol e é muito popular no colégio. Dá-se bem com toda a gente e é admirado por muitos, especialmente pelas raparigas, à exceção de Sofia.

Sofia é estudante de 12.º ano no Colégio da Barra, turma de Desporto e ambiciona tirar Educação Física, na variante de treino desportivo. Filha de um pai machista e conservador, teve uma educação rígida, Tem na mãe a sua maior aliada e na irmã a sua maior dor de cabeça, que aproveita o facto de ela ser mais velha para se “colar” e pedir tudo emprestado. O tormento de Sofia alarga-se ainda à constante perseguição de Rui, o irmão mais velho, que herdou do pai a ideia de que o homem da família deve proteger as raparigas. É claro que a decidida Sofia não lhe vai dar muita margem de manobra e, na maioria dos casos, acaba por meter o irmão no seu lugar. É conhecida no Colégio da Barra como a “Ice Girl” por não dar bola aos rapazes. Gosta de praticar desporto e a sua grande paixão é o Kartcross.

.
OUTROS CASAIS

Rui e Adriana

Rui é o presidente da Associação de Estudantes do Colégio de São Rafael, cargo que mantém no novo Colégio. É muito displicente em relação a tudo, exceto ao controlo que faz à vida das irmãs (Sofia e Filipa). Adriana é boa aluna a todas as disciplinas, mas ainda não sabe bem o que quer seguir. Herdeira de uma avultada fortuna, esconde esse facto dos amigos e colegas. Está farta que se aproximem pelo dinheiro que a sua família tem e não por quem ela é de facto. Quis ir estudar para o Colégio da Barra para não ter que ir para um Colégio interno na Suiça, como os pais gostariam. Apesar de uma primeira rivalidade entre os dois, Rui e Adriana vão acabar por ficar juntos.

Sam, Becas e Vítor

Sam era um jovem surfista muito activo, que ficou paraplégico após ter sido atropelado. Ultrapassado o trauma, Sam acabou por reagir de forma positiva à sua nova condição e agora leva a sua vida para a frente, tentando viver uma vida “normal”. Faz natação e treina muito para se qualificar para os Jogos Paralímpicos. é amigo de toda a gente. É muito independente e já aprendeu a viver com a sua deficiência. Já Becas descobriu que não sabe o que quer ser. Gosta de artes mas as letras também a entusiasmam. Pede transferência para o Colégio da Barra, para ir para a área de humanidades. Continua a gostar de grafittis e música, mas este ano vai conhecer duas novas paixões: o jornalismo e Vítor, um empregado do bar do Colégio da Barra. Depois de viver uma paixão com Vítor, é com Sam que vai acabar por ficar.

Angelina e Manel

Os dois irão viver um amor atribulado, sobretudo devido à presença de Rodrigo para atrapalhar a relação. Depois de ter denunciado Rodrigo à Polícia, Angelina pede desculpas a Manel e os dois voltam a namorar. Na festa da piscina, aparecem de mãos dadas e prometem que nada os vais separar.

Rute e Lucas

Rute e Lucas sempre gostaram um do outro, mas a primeira nunca o admitiu. Só na festa de final de ano, é que a jovem finalmente assume o seu amor. Na piscina, Lourenço acusa Rute de ser racista. Ela desmente, mas Link provoca-a, pedindo que beije Lucas. A jovem aceita o desafio e beija o empregado do bar. De seguida, é Lucas que lhe dá um beijo intenso.

.
AULAS TERMINAM DA PIOR MANEIRA

httpv://www.youtube.com/watch?v=KvCI-0rq9_8

No colégio da Barra, os alunos preparam uma festa secreta durante a noite. Enquanto se divertem, Sofia é perseguida por Rodrigo, mas esconde-se na casa de banho. Sílvia e Rita atraem André até ao local e trancam-no com a amiga. Pouco depois, os dois ficam em pânico ao verem uma bomba.  Ao mesmo tempo, Vitória (que entretanto assumiu direção do colégio) espera a todo o momento que a escola expluda para vingar o pai. Porém, fica apreensiva quando recebe que o local está cheio de alunos. Na mesma altura, o irmão de Duarte corta um fio do engenho e ouve-se uma explosão. Pouco depois, o jovem consegue travar a contagem e beija Sofia, emocionado. Fora do colégio, Vitória é levada num colete-de-forças e um dos enfermeiros explica que ela esteve internada durante muitos anos.

.
O INÍCIO DO VERÃO

Depois de um ano letivo stressante, está na altura de descontrair. E nada melhor do que o Verão para o ócio, para dias passados à beira-mar a bronzear o corpo e para festas sem hora para terminar. Uma agressão numa discoteca, um acidente de viação, a explosão dum avião e um assalto marcam o início de um Verão cheio de peripécias, mas acima de tudo com muita adrenalina.

Mas a nova praia também convida ao desporto e ao culto do corpo. Há motas de água, aulas de capoeira, movimento de surfistas e jovens beldades. O concessionário da praia tem um clube que promove viagens radicais por todo o país, além dum espaço junto a uma praia fluvial onde se organizam desportos náuticos e terrestres.

.
O CLUBE DE XAVIER E GABRIEL

Xavier é coproprietário (com o irmão Gabriel) do bar da praia e do clube de atividades radicais. A abertura destes negócios é a concretização de um sonho antigo e Xavier está felicíssimo com a sua vida. O clube dispõe ainda duma carrinha que levará rapazes e raparigas a percorrer Portugal de lés-a-lés. Escalada, rappel, canyoning, paraquedismo, canoagem, wakeboard, rafting, surf, bodyboard e hidrospeed são apenas alguns dos desportos que os jovens irão fazer ao longo das suas férias. No entanto, haverá também lugar para descansar e para dar uns mergulhos mais calmos e tranquilos no mar, na piscina ou na barragem.

.
OS NOVOS VILÕES: RICARDO E PATRÍCIA

Ricardo vive com a madrasta, Beatriz e a irmã Sara. Habituado a uma vida despreocupada, faz a sua vida com o dinheiro que o pai lhe envia.  Tem poucos laços afetivos com a família. Os pais separaram-se quando Ricardo tinha nove anos e o rapaz foi viver com a mãe. Viciado em adrenalina, Ricardo faz desportos radicais sem as normas de segurança mínimas. Sobe sempre a parada pisando repetidamente o risco entre o gosto pelo desafio e irresponsabilidade total. Fora isto, Ricardo não tem grandes interesses na vida e vive o dia-a-dia sem se preocupar com o futuro.

Patrícia é colega de curso de Ricardo. Vem de uma família de classe média baixa e passou por algumas dificuldades económicas. Anda com Ricardo não só pela sua beleza, mas também pelo nível de vida que este lhe pode proporcionar. Trabalha no bar de Xavier mas encara o emprego mais como um hobby do que propriamente uma necessidade. Dedica-se, quando não está no trabalho, em exclusivo ao seu namorado, agrada-lhe servir de seu suporte, prioridade que Patrícia acha indispensável para consolidar a relação. Sem grandes escrúpulos, Patrícia é capaz de passar por cima de qualquer pessoa para satisfazer as suas ambições.

.
SAM FELIZ AO LADO DE LUNA

Depois de dois desgostos amorosos (primeiro com a Natacha, e depois com a Becas) Sam finalmente encontra o amor da sua vida, a jovem Luna .A rapariga que apareceu a meio do verão, dizendo que estava com amnésia, acaba por se redimir de todas as coisas más que fez por causa do Rodrigo e começam a namorar. O nadador vai ainda concorrer nos Paralímpicos.

.

CASAMENTO ORIGINAL

Muito inseguros e nervosos com o casamento que vai decorrer dali a algumas horas, Rui e Adriana atrasam-se nos últimos preparativos. Já na Igreja, os convidados começam a chegar. Júlio não acha piada à idéia dos noivos caminharem juntos até ao altar, mas o filho diz que está decidido. Porém quando vão a caminho da cerimónia , têm um furo e vão a correr atá casa de Matias para poderem avisar os convidados. Porém, tudo se complica quando o pai de Nicolau diz que não tem telefone. Adriana fica triste, porque acha que já não vai casar-se, mas Rui pergunta se o padre se importa de celebrar o matrimónio. Ao pé do Xcape está improvisado um altar e Matias diz que vai realizar a união simbólica entre os dois, mas lembra que não é um casamento. Depois, pede-lhes que encham os corações de amora fala da atitude que devem ter em relação à união, pois devem estar preparados para enfrentar juntos os bons e maus momentos. Rui improvisa alianças com folhas, beija Adriana e sorri para o padre, que deseja que sejam felizes.

.
OUTROS FINAIS

Passada a confusão criada pelo casamento de Rui e Adriana, André, aproveita para propor a Sofia que considere a possibilidade de passar o resto da vida com ele. A jovem aceita, radiante.

Após ser salva pelo ex-namorado, quando é soterrada em areia pelos cúmplices de G3, Sara percebe que David ainda a ama. Dias depois, o jovem ajoelha-se e pede-a novamente em namoro. Ela beija-o apaixonada.

Xavier parte para a Austrália, com o apoio de Beatriz. Apesar de separados, ficam bem um com o outro.

Tânia torna-se modelo e aparece num outdoor em lingerie. Já Rute consegue ser capa de um jornal por ajudar as crianças.

Matias parte para África num programa humanitário.

.
A ÚLTIMA CENA DA TEMPORADA

httpv://www.youtube.com/watch?v=FNkrQOaZmng

No final do verão, Ricardo e Patrícia vão terminar ainda melhor do que começaram, com muita adrenalina, diversão e loucura. Depois de ser espancado a mando de Bartolomeu, Ricardo diz a Beatriz e Sara que vai ter de repensar a sua vida e desaparece. Patrícia pensa que ele esqueceu-a, mas grita de alegria quando recebe uma mensagem na qual o namorado revela onde está. A jovem corre até uma ponte e vê Ricardo no parapeito. Ele grita que está farto de tudo e atira-se da ponte. Desesperada, Patrícia corre para o local. Ao olhar para baixo, vê Ricardo suspenso por um sistema de bungee jumping. O jovem ri e pergunta-lhe se acha que ele a deixava. Patrícia sorri, feliz, e aceita fugir com ele.

Na próxima edição vamos recordar a 5ª temporada de aulas e de verão… não percas, ao fim-de-semana,Geração Morangos, no Espalha-Factos!

______________________

Créditos: Plural (fotografias), Morangos5serie (texto adaptado), Revista Morangos com Açúcar (texto adaptado), Morangosonline (vídeo)