O projeto da primeira edição da Academia RTPA Rapariga da Máquina de Filmar, está nomeado para melhor longa-metragem na 19.ª Edição do Festival Caminhos do Cinema Português.

A película, realizada pelo jovem André Vieira, compete ao lado de nomes tão conceituados como Manoel de Oliveira com O Gebo e a Sombra, Nicolau Breyner com A Teia de Gelo, Sérgio Graciano com Assim, assim, Fernando Lopes com Em Câmara Lenta, entre outros.

Para além da categoria acima referida, são também categorias do festival português Melhor Curta-Metragem, Melhor Documentário e Melhor Filme de Animação.

O festival, que elege a melhor produção cinematográfica do ano, vai realizar-se de 9 a 17 de novembro em Coimbra.

Anexado a esta competição está também a competição “Ensaios Visuais” a realizar-se entre os dias 12 e 16 de novembro, na mesma localidade e que se destina a filmes criados por alunos de escolas ligadas ao ramo do Cinema. André Costa, responsável por esta sub-competição, realça a importância do concurso afirmando que esta é “a única competição nacional, com júri reconhecido, que recompensa o tempo e os estudos para motivar o início de uma carreira que, cada vez mais, parece impossível”.