Estreando-se na Galeria Zé dos Bois, no dia 30 de outubro, o rapper norte-americano está figurado entre os músicos que combatem a associação de determinados preconceitos ao hip-hop.

Assim como Mykki Blanco, Zebra Katz e Cakes da Killa, Le1f é um dos rappers associados ao movimento queer rap, que se diferencia por não recear a homofobia normalmente associada ao hip-hop, produzindo a sua arte enquanto põe em causa a perspetiva convencional de associação entre masculinidade e este género musical.

A Galeria Zé dos Bois, em Lisboa, será o primeiro palco português a ser pisado pelo músico, onde apresentará o seu mais recente disco Dark York, disponibilizado gratuitamente no seu site.

Para rechear o resto da sua noite de estreia, conta-se ainda com a performance do DJ e produtor Bizt. O custo de entrada é de 10€ com início às 22h.