A 36.ª edição da Mostra de Cinema Internacional de São Paulo, que começou na passada sexta-feira, irá projetar 19 filmes portugueses no âmbito da iniciativa Ano de Portugal que se está a realizar no Brasil.

Cinco dos 19 filmes portugueses a serem exibidos pertencem a Miguel Gomes, já que este realizador vai ser homenageado pela organização da Mostra de Cinema. Três deles são as longas-metragens A cara que mereces (2004), Aquele querido mês de Agosto (2008) e o mais recente Tabu (2012), que foi premiado na última edição do Festival de Berlim.

O realizador Manoel de Oliveira também terá o seu mais recente trabalho, O Gebo e a Sombra, a ser exibido no festival. A estreia deste filme por terras brasileiras contará com a presença da atriz Leonor Silveira na cidade de São Paulo.

Segundo Leonor Silveira, a exibição de obras portuguesas no festival brasileiro representa um ótima oportunidade de intercâmbio e de trocas culturais entre os dois países, acrescentando ainda que o cinema português, atualmente, é feito para “ir além fronteiras”e que esta oportunidade será “um cartão de visita extraordinário” para Portugal.

Ainda é de destacar que quatro filmes portugueses competem na categoria de Novos Realizadores: A Casa, de Júlio AlvesEstrada de Palha, de Rodrigo Areias; Meu Caro Amigo Chico, de Joana Barra Vaz e, finalmente, O frágil Som do Meu Motor, de Leonardo António.

Em 15 dias de festival vão ser exibidos mais de 350 filmes de 60 países diferentes.