A saga dos gauleses mais destemidos do mundo continua, desta vez em terras de sua majestade. Os heróis criados por Goscinny e Uderzo têm agora a missão de salvar os bretões das forças invasoras romanas. O filme Astérix e Obélix ao Serviço de sua Majestade estreia hoje nas salas de cinema portuguesas.

Depois de enfrentarem o implacável César, auxiliarem os egípcios na sua construção faraónica  e participarem nos Jogos Olímpicos, Astérix e Obélix são convocados pelos bretões para concederem a poção mágica capaz de derrotar as tropas romanas que invadem a Grã-Bretanha.

No filme encontramos algumas personagens lendárias, que marcaram presença em vários episódios da BD, o gorducho e impulsivo Obélix, o sensato Astérix e os Piratas desastrados, que sempre perdem nos seus confrontos navais.

Inspirada em duas bandas desenhadas, Astérix entre os Bretões e Astérix na Normandia, a história torna-se demasiado complexa com dois núcleos distintos que se entrecruzam no desenrolar da narração, a vila dos bretões que anseia por combater os romanos e os normandos que vão para a Bretanha à procura do elixir do medo.

O filme realiza uma crítica inteligente aos estereótipos britânicos, começando pelo bizarro chá quente das cinco, os homens de saias em xadrez, as conversas politicamente corretas entre um cavalheiro e uma senhora e o sotaque das personagens bretãs quando se expressam em francês. As referências constantes à rivalidade entre ingleses e franceses tornam o filme hilariante, com um toque de ironia à mistura.

Recomendado a toda a família, Astérix e Obélix ao Serviço de sua Majestade estreia hoje em Portugal para entreter os mais novos e deliciar os adultos com o seu humor refinado. A não perder numa sala de cinema perto de si.

8/10

Ficha Técnica:

Titulo Original: Astérix et Obélix: Au service de Sa Majesté

Realização: Laurent Tirard

Argumento: Laurent Tirard, Grégoire Vigneron

Elenco: Edouard Baer, Gérard Depardieu, Fabrice Luchini, Catherine Deneuve, Gérard Jugnot

Género: Comédia

Duração: 100 minutos