Foram hoje anunciadas as grandes novidades iniciais do Lisbon & Estoril Film Festival, que decorrerá entre os próximos dias 9 e 18 de novembro, tendo lugar na capital e na cidade de Cascais, simultaneamente.

A conferência de imprensa do festival foi protagonizada pelo diretor e produtor português Paulo Branco e pelos presidentes das Câmaras Municipais de Cascais e Lisboa,  António Costa e Carlos Carreiras, respetivamente. O evento promete despertar o interesse dos amantes de cinema com as antestreias de filmes que têm sido aclamados pela crítica, entre as quais se destacam The Master, de Paul Thomas Anderson, que conta com um elenco de luxo constituído por Philip Seymour Hoffman, Joaquin Phoenix e Amy Adams, ou Beasts of The Southern Wild, realizado por Benh Zenit, que já arrecadou diversos prémios dos mais conceituados festivais como Sundance, Cannes, Los Angeles Film Festival.

Para além destas duas antestreias de peso, os espectadores poderão assistir a Amour, do austríaco Michael Haneke (vencedor da Palma de Ouro do Festival de Cannes), Antiviral de Brando Cronenberg (filho de David Cronenberg), Holy Motors de Leos Carax, entre outros.

Relativamente à secção competitiva oficial do evento, esta será restrita ao cinema europeu e incluirá algumas das películas concorrentes aos Festivais de Cannes e de Locarno, pelo que se poderão esperar projetos de qualidade, no âmbito de um cinema mais alternativo. Algumas das obras confirmadas foram Lawrence Anyways (num trabalho de um género assumidamente Queer) ou Winter Go Away. A lista completa pode ser consultada no link que se segue: http://www.leffest.com/pt/seccoes/em-competicao.

Contudo, as grandes expetativas recaíam sobre os convidados que iriam dar corpo ao júri desta edição composto por nomes sonantes das várias das artes e áreas do saber, Willem Defoe, Fanny Ardant, da parte do cinema, os músicos Alfred Brendel e Sónia Wieder- Atherton bem como os conhecidos neurocientistas Hanna e António Damásio.

O festival vai manter a tradição respeitante à homenagem e retrospetiva de alguns cineastas. Sob a luz da ribalta estão Hou Hsiao-Hien e Brian de Palma, cuja obra cinematográfica será acompanhada de uma nova película intitulada de Passion, que ainda não tem data marcada para território luso, o que certamente prestigia o evento, captando a atenção em especial dos fãs portugueses do realizador, que terão aqui a oportunidade de visitar um novo mundo encenado pelo mesmo.

O cinema nacional será homenageado com João Pedro Rodrigues e João Rui Guerra da Mata, exploradores do “universo fetichista”, juntando-se a este grupo Lucrecia Martel e Monte Hellman, que verão toda a sua obra a ser reproduzida a partir do dia 9 de novembro.

Com estas principais informações que constituem o Lisbon & Estoril Film Festival deste ano, espera-se apenas que esta temporada cumpra as realizações de outrora, que promova o turismo e o apreço pela cultura portuguesa, mas sobretudo pela partilha de um amor universal, que é constantemente transmitido pela Sétima Arte.