A coreógrafa portuguesa Olga Roriz estreia a nova temporada do Teatro Camões com o seu novo espectáculo A Cidade. Hoje é o segundo dia em que a companhia da criadora sobe ao palco baseando-se na vida citadina: “um habitat humano que permite que pessoas formem relações umas com as outras em diferentes níveis de intimidade, enquanto permanecem inteiramente anónimas.”

A direção do espetáculo pertence à própria Olga Roriz e os intérpretes são Catarina Câmara, Maria Cerveira, Bruno Alexandre e Pedro Santiago Cal. A seleção musical e os figurinos são igualmente da coreógrafa, o cenário é de Pedro Santiago Cal e o desenho de luz de Cristina Piedade.

Este espetáculo pretende chamar a atenção para a alienação, a efemeridade das relações, o desgaste causado no ser humano pelas cidades. “A liberdade perdida da sociedade capitalista. O controlo visível e invisível. As proibições. A perca de tempo. A falta de espaço. O perigo. A solidão.”

Olga Roriz nasceu em Viana do Castelo, mas cedo se mudou para Lisboa, onde aos 18 anos completou o curso da Escola de Dança do Conservatório Nacional. Em 1976 ingressou no elenco do Ballet Gulbenkian, onde permaneceu até 1992. Em 1995, criou a sua própria companhia. O seu trabalho coreográfico é dos mais conhecidos a nível nacional, tendo já sido galardoada com inúmeros prémios.

http://www.youtube.com/watch?v=TM2VMI9ch9w

http://www.youtube.com/watch?v=-gB8iYmOVxU

http://www.youtube.com/watch?NR=1&feature=endscreen&v=lI7EQGdhweU