A Society for News Design atribuiu ao jornal Público quatro prémios de ouro, um de prata e duas menções honrosas. Já o i e o Jornal de Leiria foram considerados os jornais impressos com o melhor design.

A nona edição do concurso ÑH para o Melhor Design de Imprensa Espanha e Portugal 2012 realizou-se hoje na Faculdade de Comunicação da Universidade de Navarra, em Pamplona. Os onze elementos constituintes do júri consideraram que o melhor grafismo nos jornais digitais com menos de 12 milhões de visitas mensais é o suplemento P3. Já o Ípsilon foi considerado o melhor suplemento completo em papel e a melhor aplicação para iPad. A revista 2 recebeu o prémio da melhor capa do ano com o crise grega (publicada a 6 de maio) e uma menção honrosa pelo trabalho “Catalunha – Há uma vila que quer ser salva pela cannabis” (publicada a 8 de abril).

Capa da revista 2 de 6 de Maio de 2012

Para além das quatro medalhas de ouro, o jornal Público foi distinguido com a prata pela infografia “Do mar ao prato: a viagem do bacalhau” na categoria infografia e multimédia/especial e com mais uma menção honrosa atribuída ao suplemento Fugas (suplemento completo). O jornal português i e o Jornal de Leiria e o espanhol Ara foram também distinguido como os jornais impressos com o melhor design. A revista semanal Magazine, publicada aos domingos com o El Mundo, foi considerada a melhor revista.

Para a organização, estes prémios foram criados para “impulsionar a qualidade do jornalismo visual em Espanha e em Portugal”. Nesta nona edição estiveram mais de 2500 trabalhos a concurso, o que é um recorde de participações. Do total, 236 foram candidaturas online.

A dia de entrega de prémios ainda não está definido mas será em Madrid durante o mês de novembro, data em que ocorre o congresso ÑH9.