Devido a restrições orçamentais, a Cinemateca anunciou que alguns dos filmes das próximas semanas não terão legendagem eletrónica. A medida abrange filmes em língua inglesa, italiana, alemã e espanhola.

A diretora da instituição, Maria João Seixas, comunicou ao Público que esta medida trata-se de uma “reação a quente” às novas medidas que proíbem os organismos públicos de contraírem novas dívidas sem antes comunicarem ao Ministério das Finanças.

Maria João justifica esta medida como sendo menos lesivo para a Cinemateca do que o cancelamento de sessões embora saiba que possa provocar uma descida no número de espectadores.

O adjunto para a comunicação da Secretaria de Estado da Cultura afirma ainda que cabe a cada instituição tomar as medidas que considerar mais corretas para “minorar os efeitos a curto prazo, garantindo da melhor forma a eficácia dos serviços prestados e do serviço público”.