Justin Vernon, mais conhecido por ser a face e a voz dos Bon Iver confessou numa entrevista em rádio sentir-se distraído em demasia pelo trabalho com a banda e que necessita de se afastar enquanto ainda gosta do projeto.

“Preciso de me afastar enquanto ainda gosto dele. E depois se voltar a ele – se alguma vez o fizer – sentir-me-ei melhor e renovado ou algo do género”, foram as palavras exatas do cantor de Skinny Love.

O norte-americano que conquistou recentemente um sucesso a escala planetária com o álbum homónimo, de 2011, revelou a necessidade de se afastar da banda, não como insatisfação perante o trabalho desenvolvido até aqui mas, pelo contrário, como forma de evolução criativa: “Olho para isto como uma torneira. Tenho de a desligar e afastar-me porque muita daquela música surge de forma subconsciente. Há demasiada atenção e isso pode ser um fator de distração”, referiu à rádio que o entrevistou.

Os Bon Iver estiveram este verão num concerto esgotado em Portugal, nos Coliseus, e estão de volta já a 26 de outubro no Campo Pequeno, em Lisboa.