Amigos Improváveis, da dupla Eric Toledano e Olivier Nakache, é o filme escolhido pela França na corrida para o Óscar de Melhor Filme Estrangeiro.


O drama acompanha a história de um milionário tetraplégico e de um ex-presidiário que toma conta dele. Desta relação nasce uma amizade improvável que comoveu o mundo inteiro, colocando a película nas páginas da história ao ser considerada o maior sucesso de um filme em língua não inglesa.

Com quase todos os filmes submetidos – incluindo Portugal cujo representante é o filme de João Canijo, Sangue do Meu Sangue – a França não surpreendeu e escolheu o seu maior sucesso até à data e, provavelmente, o favorito ao troféu.