O Conselho de Administração da RTP apresentou hoje a sua demissão ao Governo.

A administração da estação pública apresentou o pedido de demissão em reunião com o ministro-adjunto e dos Assuntos Parlamentares, Miguel Relvas. O pedido foi aceite pelo executivo social-democrata, informa o gabinete do ministério que tutela a área da comunicação social.

Os administradores do canal estatal entraram em rota de colisão com o Governo na passada segunda-feira, quando foi emitido um comunicado em que manifestavam discordância perante o cenário de concessão da estação pública a uma empresa privada.

O Conselho de Administração, explicava considerar «descabido do ponto de vista institucional a divulgação pública de opiniões favoráveis a um dos cenários ainda em análise, sentindo-se por isso obrigado a divulgar publicamente que manifestou, em tempo oportuno, a sua discordância relativamente a este cenário». No mesmo documento, adiantava ter «um mandato de gestão para desenvolver o Plano de Sustentabilidade Económica e Financeira [PSEF], aprovado pela tutela no final de 2011», cita o jornal Público.