O escritor japonês é o nome mais provável de vencer o prémio nobel da Literatura este ano, quem o diz é o site de apostas Landbrokes. Sendo Haruki Murakami o favorito segue-se, em segundo lugar, o  chinês Mo Yan e, em terceiro lugar, Cees Nooteboom, um escritor holandês.

Mesmo assim, o site de apostas não é certeza absoluta de nenhum resultado, já que apenas atribui a probabilidade de determinado autor vencer o prémio, que será revelado dentro de dois meses pela Academia Sueca. No caso de Murakami este tem 1 em 10 hipóteses de arrecadar o galardão.

O autor de 1Q84, o mais recente livro publicado, ou Norowegian Wood, Sputnik, meu Amor ou ainda Kafka à Beira Mar, entre outros, é apontado pelos apostadores como o preferido. No entanto, o vencedor do ano passado, o poeta sueco Tomas Tranströmer aparecia nesta mesma lista, em segundo lugar, sendo o sírio Adónis o preferido nas apostas, com 1 em 4 hipóteses de ganhar, mas que acabou por não vencer efectivamente o prémio. Este ano Adónis está em 5º lugar nesta lista, com a hipótese de 1 em 14.

Depois de Murakami com 1 em 10, surgem os nomes de  Mo Yan e Cees Nooteboom, com a hipótese igual de 1 em 12. Dentro do top 10 aparecem ainda Philip Roth e Amos Oz, com a hipótese de 1 em 16. O português António Lobo Antunes também aparece nesta lista, mas com a redutora hipótese de 1 em 50. De notar que já o ano passado o português havia sido referido nas apostas ao prémio Nobel.

O prémio Nobel da Literatura só será revelado em outubro, por isso, até lá a lista pode sofrer algumas alterações. Além disso dos 210 escritores nomeados , 46 são estreantes  nesta corrida, como referiu no início do ano o presidente da Academia sueca Peter Englund.