Faz, Discute e Participa (FDP) é o nome do festival que está a ressuscitar a polémica em torno de Rui Rio e que se realiza entre os dias 21 e 23 de setembro em Azenha, no Porto. O lucro reverte a favor dos detidos no processo judicial da Es.Col.A da Fontinha.

As iniciais FDP, associadas a Rui Rioacrescentadas digitalmente por um guia turístico numa fotografia da cidade do Porto, foram alvo de um processo jurídico pelo autarca da cidade. O presidente acabou por ganhar o processo mas os organizadores do FDP 2012 contestam, no seu evento do Facebook, que a sigla seja insultuosa: “Afinal o que é FDP? Juízes, advogados, doutores e engenheiros vêem três palavras juntas e definem um significado único e limitado“. O cartaz deste festival recupera, em grande destaque: “Rio és um FDP“.

O FDP 2012 decorre de 21 a 23 de setembro de 2012 em Azenha – São Martinho do Campo, Porto. O campismo é gratuito e os bilhetes para os dias 22 e 23 custam 5€. As receitas dos bilhetes revertem para o apoio judicial aos detidos da Fontinha.

O cartaz ainda não está encerrado mas conta já com um vasto número de bandas, muitas ligadas ao rock e ao punk, como os Motornoise, Grito, Repressão Caótica, Stvenseagal ou os Upset Sheeps. A organização promete “um fim de semana com concertos, comes e bebes, música gravada, convívio, animação e diversas atividades (artesanato, jogos tradicionais, escalada, filmes, mostra de publicações, etc)”.