Barack Obama superou Justin Bieber no seu grau de influência online. O Klout, ferramenta que permite medir este tipo de influência através de um algoritmo, dá vantagem ao presidente dos Estados Unidos pela primeira vez. 

A aplicação informou esta semana que reformulou o método de contabilização, incluindo dados de entradas na Wikipédia para medir melhor a influência global dos indivíduos. Atualmente espera-se também que o Klout comece a contabilizar a influência offline.

Desde 2008 que a aplicação mede a influência dos utilizadores de redes sociais e em janeiro, após várias críticas aos métodos utilizados, o método foi reformulado. Esta mudança fez parte do esforço para enfrentar os críticos que apontavam Bieber como um exemplo da irrelevância da medição, dado considerarem que a contabilização dos milhões de seguidores do artista não refletia o seu impacto real.

Com as alterações ao algoritmo, que passou a considerar o número de referências na Wikipédia sobre a pessoa, o presidente conseguiu – quatro anos depois – ultrapassar o ídolo pop do momento.