A crise não toca à todos. A TVGuide publicou uma lista dos mais bem pagos da televisão norte-americana. A lista inclui atores, apresentadores de programas de entretenimento e de telejornais assim como júris de reality shows. Os valores vão desde 12 a 700 mil de dólares por episódio ou entre 750 mil e 45 milhões por ano. No que às séries diz respeito, é na comédia que se vêem os ordenados mais altos.

Ashton Kutcher e Jon Cryer de Dois Homens e Meio, ocupam o primeiro e segundo lugar respetivamente recebendo 700 e 600 mil dólares por cada episódio da série. Já na parte das séries consideradas drama, Mark Harmon (NCIS: Investigação Criminal) tem como ordenado 500 mil dólares, sendo o mais bem pago deste género televisivo, mas ocupando o terceiro lugar a nível geral. Nesta lista os últimos lugares são ocupados por Crystal the Monkey, de Animal Practice, com 12 mil dólares, Stephen Amell com 30 mil e Lea Michele, de Glee, com 75 mil dólares.

A lista inclui também nomes como Mariska Hargita (Lei e Ordem: SVU), Patrick Dempsey, Ellen Pompeo e Sanda Oh (Anatomia de Grey), Tina Fey (30 Rock), Simon Baker (O Mentalista), Dan Castellaneta, Julie Kayner e Yeardly Smith (Os Simpsons), Alec Baldwin (30 Rock) e Michael C. Hall (Dexter). Para estes atores, os valores rondam os 300 e 385 mil dólares.

Michael C. Hall leva 295 mil dólares por cada episódio de 'Dexter' / Foto: Inside TV Show

Para os apresentadores o valor dos ordenados já é calculado por ano. Judy Sheindlin de Judge Judy arrecada 45 milhões, seguida por David Letterman, apresentador do Late Show, com 28 milhões e de Jay Leno, com 25 milhões por ano.

No ramo noticioso, Matt Laer lidera com 21,5 milhões por ano. Bill O’Reilly e Diane Sawyer recebem 15 e 12 milhões respetivamente.

Ainda nos júris de reality-show temos de referir a recém-contratada Mariah Carey, que custa ao American Idol 17 milhões por ano. É seguida de perto por Britney Spears, que cobra 16 milhões ao X Factor e por Howard Stern, do America’s Got Talent, que recebe 15 milhões.