O Centro Cultural de Belém, em Lisboa, vai estar fechado a partir da segunda quinzena de agosto, com o objetivo de reduzir custos de funcionamento e realizar obras no Grande Auditório. A decisão de fechar as portas foi avançada pela direção do CCB, encabeçada por Vasco Graça Moura.

Sem programação em agosto, o CCB vai aproveitar o mês de intervalo até ao recomeço da programação, a 16 de setembro, para encerrar ao público o centro de espetáculos e o centro de reuniões, mantendo-se em funcionamento as lojas, a bilheteira e os espaços de restauração, bem como o Museu Coleção Berardo. As obras no Grande Auditório são também justificadas, pela direção, dada a comemoração, este ano, dos 20 anos do CCB.

Contrariamente ao que tem acontecido desde há seis anos, o CCB ficou sem programação de agosto devido à não realização do CCB Fora de Si, evento patrocinado em parte pelo Turismo de Portugal e que tem ocupado, nos últimos anos, espaços exteriores e interiores do centro com espetáculos. A programação será então retomada a 16 de setembro com o Concerto de Outono, por parte do Schostakovitch Ensemble.