A TVI não pretende apresentar qualquer proposta para a transmissão em sinal aberto dos jogos da próxima temporada da Liga, disse à Lusa a administradora delegada da Media Capital, Rosa Cullell. Não há assim nenhuma proposta dos canais TVI, RTP e SIC, podendo os telespectadores ficar privados dos jogos da Liga Portuguesa em sinal aberto.

“Neste momento, não é um processo em aberto”, afirmou à Lusa Rosa Cullell, à margem da apresentação do +TVI, um novo canal de entretenimento exclusivo da ZON, como já noticiado também pelo Espalha-Factos, e que estará disponível no último trimestre do ano.

A administradora delegada da Media Capital explicou que “a situação de mercado é muito diferente da de há três ou quatro anos e os preços do futebol são muito elevados”, justificando assim que a TVI, que na última temporada detinha os direitos de transmissão em sinal aberto dos jogos da Liga Portuguesa, não pretenda apresentar uma proposta.

Questionada sobre uma eventual mudança das “condições”, Rosa Cullell afirmou que “não se pode dizer ‘não’ sem conhecer eventuais novas condições”. “Vamos ter que esperar e ver se as condições mudam”, acrescentou.

Em meados de julho, a um mês do início do campeonato, o diretor-geral da SportTV, Bessa Tavares, desvalorizou o facto de não ter sido ainda apresentada qualquer proposta à compra dos direitos de transmissão dos jogos da primeira liga, considerando que “ainda há tempo”. “Os operadores podem apresentar a qualquer momento uma proposta desde que seja antes do início do campeonato”.

Recorde-se que os direitos de transmissão dos jogos da Liga  pertencem à Olivedesportos, dirigida pelo empresário Joaquim Oliveira, também fundador do canal por cabo SportTV e presidente da Controlinveste, detentor de um vasto mercado nos media.

A SIC já assegurou que não vai apresentar qualquer proposta, aguardando-se ainda pela RTP, que está confrontada com as restrições orçamentais. A SportTV, que tem os direitos exclusivos de transmissão, começou por consultar os três canais generalistas, convidando-os a apresentar uma proposta para a transmissão de um jogo por fim de semana, como a lei determina, mas ficou sem respostas.