Depois de 14 anos a tentar o sucesso no país latino-americano, o McDonalds teve de fechar os oito restaurantes que tinha espalhados pelas maiores cidades bolivianas: La Paz, Cochabamba e Santa Cruz de la Sierra.

Nem as campanhas a tentar chamar a atenção do público nem as receitas que fazem sucesso por todo o mundo tiveram resultado na Bolívia. Este é o primeiro país do mundo onde a empresa tem de fechar devido ao reduzido número de clientes por mais de uma década.

A situação é de tal forma inédita que foi realizado um documentário sobre o sucedido para explicar as razões que levaram ao insucesso desta cadeia de fast-food. Para isso são incluídas opiniões de cozinheiros, sociólogos, nutricionistas ou educadores.

A conclusão fica clara. O problema não é o sabor da comida, mas sim a mentalidade dos bolivianos. “O fast-food é a antítese da conceção que um boliviano tem de como se deve preparar uma refeição”. Na Bolívia exige-se comida que envolva higiene e muito tempo de preparação.

Mesmo assim, aqueles que gostavam do McDonalds aproveitaram o último dia em que esteve aberto para saborear as variedades que oferece.

Aqui fica o trailer do documentário
http://www.youtube.com/watch?v=S9rUce9mfNY