Os alunos do quinto ano da escola secundária Burning Tree Elementary, em Maryland, nos Estados Unidos, chamaram à atenção esta semana depois de terem escrito uma carta gigante ao Washington Post. Os estudantes detetaram um erro numa reportagem sobre o naufrágio do Titanic.

A reportagem dizia que o afundamento se teria dado a 15 de abril de 1912, no entanto, como este aconteceu pouco antes da meia-noite, a data correta é 14 de abril. Os pequenos estudiosos da matéria elaboraram, em conjunto como uma professora, uma carta gigante escrita à mão, que enviaram para Dennis Drabelle, editor responsável pela secção. Alertaram para o equívoco e pediram a correção do erro.

O prestigiado jornal não se escondeu, publicou uma foto da inusitada carta e prometeu a correção na edição impressa do jornal.