O filme português do realizador Raúl Ruiz estreia nos cinemas russos já na próxima quinta-feira, 12 de julho, e no final de outubro tem já estreia marcada para o Japão. Quase dois anos após a chegada a Portugal, Mistérios de Lisboa continua a conquistar prémios e a dar a conhecer ao mundo o cinema português, sendo já o filme nacional mais reconhecido internacionalmente.

Os dois países onde o filme vai estrear este ano juntam-se a França – onde registou mais de 100 mil espectadores -, Estados Unidos, Canadá, Espanha, Reino Unido, Bélgica, Suíça, Brasil, México, Chile, Holanda, Taiwan e Nova Zelândia, por onde Mistérios de Lisboa já passou. Vencedor da Concha de Prata de Melhor Realizador no Festival de San Sebastián, do Prémio Louis Delluc, do Satellite Award para Melhor Filme Estrangeiro e do galardão de Melhor Filme Estrangeiro pela Associação de Críticos de Cinema de Toronto, o filme foi premiado com muitas outras distinções, incluindo o póstumo Special Award da Associação de críticos nova-iorquinos, para o chileno Raúl Ruiz.

Mistérios de Lisboa baseia-se na obra homónima de Camilo Castelo Branco e segue a vida de um rapaz, Pedro da Silva, órfão de um colégio interno, cuja vida é atravessada por pessoas e histórias de amores, traições, aventuras e revelações: o padre Dinis, antes um aristocrata e libertino, uma condessa que procura a vingança, ou um pirata que se torna um homem de negócios. Tanto a série televisiva (seis episódios de uma hora) como o filme (cerca de quatro horas e meia) estão já disponíveis em DVD.

Mais informações acerca de Mistérios de Lisboa podem ser consultadas na página da Clap Filmes.