O magazine berlinda.org promove em Berlim, de 17 de outubro a 17 de novembro, um festival de cultura dos países de língua portuguesa, que incluirá vários espetáculos musicais, exposições de artes plásticas, sessões de cinema e saraus literários, avança a agência Lusa.

Num comunicado de imprensa hoje divulgado, o magazine sublinha que o objetivo do Festival Berlinda é divulgar, na capital alemã, a cultura em língua portuguesa e reforçar a aproximação entre as culturas dos vários países. A editora do berlinda.org, Inês Thomas Almeida, explicou à Lusa «Com este festival, queremos dar a maior visibilidade possível em Berlim, ao longo de um mês inteiro, à cultura de língua portuguesa».

Um dos pontos altos do festival será o seu prelúdio, a 16 de novembro, com um concerto comemorativo dos 25 anos dos Madredeus, na Haus der Kulturen der Welt, um dos mais emblemáticos palcos da cidade. Noutros destaques, e musicalmente, o concerto de abertura, a 17 de outubro, que será uma prestação de piano a quatro mãos pelos portugueses Eduardo Jordão e João Vasco. Ainda é chamada a atenção para a Longa Noite da Música, que reunirá intérpretes e performers de vários países de expressão portuguesa, e para o concerto de Aline Frazão, «a mais recente revelação da música angolana».

Na literatura estão previstas sessões com os escritores angolanos Ondjaki e José Eduardo Agualusa, com os brasileiros Marcelo Ferroni e Luiz Ruffato, o português Pedro Sena-Lino e a são-tomense Inocência Mata.

Haverá também espaço para várias sessões de cinema de língua portuguesa, e já se anunciaram as presenças do realizador português Sérgio Tréfaut, da sua compatriota Diana Andringa e do moçambicano Pedro Pimenta, produtor e diretor do Festival DOKANEMA, realizado em Maputo.

O Festival Berlinda levará ainda a cabo uma semana das artes, em que realça o diálogo entre a pintora angolana Manuela Sambo e o moçambicano Pedro Boese, e uma exposição de trabalhos de jovens artistas plásticos radicados em Berlim, como Jorge Lopes, Nuno Franco, Márcio de Carvalho ou o coletivo João Cocteau.

Numa aliança com a AICEP, Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal, e com a Embaixada portuguesa em Berlim, haverá ainda uma sessão dedicada a aspetos económicos no âmbito deste festival, promovendo assim o diálogo entre as empresas portuguesas e alemãs.

O magazine berlinda.org, fundado em 2011, tem, entretanto, uma equipa de 15 pessoas, mas mentora do projeto é Inês Thomas de Almeida, que se divide entre a publicação cultural na internet e a sua atividade de cantora lírica.