Le-Prenom-ph

Qual será o nome da criança?

Nunca na História do cinema se discutiu tanto à cerca do nome de um futuro filho como no filme de Alexandre de La PatellièreMatthieu Delaporte, intitulado O Nome da Discórdia, ou em francês simplesmente Le Prénom.

O início do filme parece promissor, quando seguimos o itinerário de uma mota por entre as ruas parisienses. A voz de um narrador surge para explicar o significado do nome de cada rua e a sua conotação com a História francesa, como também para dar um toque cómico a toda a cena. A sequência seguinte enclausura o espectador entre quatro paredes, numa sala de jantar onde cinco personagens interagem somente com palavras.

Neste filme, como o título indica, o tema central é a escolha do nome que será dado ao futuro membro da família que está prestes a nascer. O pai Vincent, um quarentão bem sucedido e charmoso, provoca a discussão num jantar familiar ao lançar para a mesa um nome deveras ultrajante.

Após essa brincadeira, o conflito prolonga-se para outros assuntos, levando a desenterrar segredos e pensamentos obscuros acerca uns dos outros. No decorrer do filme vão-se revelando as verdadeiras personalidades de cada personagem, deixando a audiência surpreendida com os ímpetos de raiva.

Repleto de sarcasmos e ironias, este filme mostra de forma clara e sem tabus a dinâmica de poder e convivência de uma família aparentemente normal. Quem é que nunca assistiu a discussões inúteis entre elementos da família, principalmente vindas daqueles cuja idade deveria conceder maior sabedoria e tolerância?

Todo o filme é caracterizado e construido por pormenores, os créditos iniciais apresentam apenas os primeiros nomes da equipa, a discussão principal é sobre o primeiro nome de uma criança e até os primeiros nomes dos sobrinhos são posto em causa.

O único senão do filme é a duração extensa da discussão no jantar. Inicialmente o jogo de palavras em torno do nome é interessante e capta a atenção do público, contudo à medida que o tempo vai avançando o conflito começa a perder a intensidade ao persistirem no mesmo tema. Só quando alteram o rumo da conversa para outro segredo com maior impacto na família, o interesse regressa em força e volta a prender o espectador à cadeira.

Com a assinatura da Pathé produções, este filme adaptado de uma peça de teatro tal como o Carnage de Polanski, traz um novo sentido ao cinema, concentrando toda a ação do filme num espaço cuja a atenção principal se rege pelos diálogos frenéticos, que dão ritmo a toda a cena.

Estreia hoje, 28 de junho, nas salas de cinema portuguesas, O Nome da Discórdia, um filme a não perder, recomendado para toda a família.

8/10

Ficha Técnica:

Título Original: Le Prénom

Realização: Alexandre de La Patellière e Matthieu Delaporte 

Argumento: Matthieu Delaporte, baseado na sua peça de teatro.

Elenco: Patrick Bruel, Valérie Benguigui, Charles Berling, Guillaume de Tonquedec, Judith El Zein

Genéro: Comédia

Duração: 109 minutos

Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.

Mais Artigos
RTP
RTP. Governo não aumenta contribuição audiovisual em 2021