O Museu do Design e da Moda comemora este mês três anos de existência. Para marcar a data participa no projeto “Ideias para Lisboa” e prepara duas exposições com início dia 24.

Clássicos do Moderno – Peças da Fundação Calouste Gulbenkian mostra clássicos do design como Le Corbusier, Mies van der Rohe, Alvar Aalto, Bauhaus e Gerrit Rietveld. Estará disponível até dia 2 de setembro.

Tesouros da Feira da Ladra – a beleza do design anónimo mostra ferramentas da coleção David Usborne trazidas de mercados de rua. Com fim marcado para 30 de setembro, a exposição evidencia o gosto pelo antigo e a importância de ligar a beleza e a funcionalidade.

A iniciativa “Ideias para Lisboa” é da câmara municipal. A fachada do Museu do Design e da Moda vai ser coberta por mais de 55 mil post-it onde qualquer pessoa pode escrever propostas para melhorar a cidade. Terá início quarta-feira, dia 23.

Nos poucos anos de existência que tem, o MUDE já conta com 650 mil visitantes, 20 exposições e 11 publicações editadas. Foi ainda vencedor do Prémio Marketeer 2011 na categoria Artes & Cultura.

O sucesso conseguido até agora é inquestionável, assim como a qualidade das exposições proporcionadas ao público. Só resta esperar que o MUDE continue a surpreender pela positiva.