Amanhã, dia 9 de maio, a partir das 21 horas, o largo fronteiro à Assembleia da República vai transformar-se numa sala de cinema ao ar livre, onde será projetado um filme sobre os mais de cem anos de cinema português através de uma montagem de excertos de mais de 400 produções nacionais.

Sob o mote de que um país sem cultura não tem futuro e sem cinema não tem memória, esta ação conta com várias associações profissionais ligadas ao sector, que pretendem sensibilizar a opinião pública para a urgência da aprovação da proposta de lei do cinema.

Enquanto o mérito do cinema português é aclamado nacional e internacionalmente, a realidade apresenta contornos dramáticos com o Instituto de Cinema e Audiovisual em absoluta ruptura financeira, um corte de 100% sem paralelo em mais nenhum sector de atividade, produtoras e empresas associadas na iminência de encerrar, e desemprego para milhares de pessoas.

A organização conta com a presença de todos nesta noite de Cinema em São Bento.