O FIMFA Lx – Festival Internacional de Marionetas e Formas Animadas está de volta a Lisboa para a sua 12.ª edição, que decorre até dia 20 de maio em vários locais da capital, com extensões na Guarda e em Montemor-o-Novo.

A 12.ª edição do FIMFA Lx tem o financiamento da Secretaria de Estado da Cultura e DGArtes e inúmeras parcerias, entre as quais com o Teatro Maria Matos, o Museu da Marioneta, o Teatro Nacional D. Maria II e o Teatro S. Luiz, alguns dos locais que recebem as apresentações desta edição do festival nos seus palcos.

O festival tem como pano de fundo o universo das formas animadas, apresentando um programa eclético que envolve uma diversidade técnica e artística na qual se podem contar ligações entre a marioneta, dança, vídeo, teatro, entre outros.

No ano em que se comemoram os 350 anos de Punch, uma personagem tradicional do teatro de marioneta inglês Punch & Judy e “um verdadeiro anarquista, com um carácter brutal, que encarna o desejo de liberdade absoluta, sem mais limites do que a sua soberana vontade, pronto a dar uma lição em todos com a sua poderosa moca (…)” (segundo o blog oficial do festival), o FIMFA Lx assinala este aniversário com a integração de representações em que são inseridas diferentes abordagens da técnica de marioneta de luva como Neville Tranter o fez com o Punch & Judy in Afghanistan nos – já passados – dias 4 e 5 de maio, no Museu da Marioneta.

Integrando a programação do FIMFA Lx estão:

  • Smart as a Donkey – Esperto como um burro, da companhia holandesa TAMTAM Objektentheater, de 9 a 11 de maio às 11h, dia 12 às 15h30 e no dia 13 às 11h30,  na sala de ensaio do Centro Cultural de Belém
  • Paper Cut, de Yael Rasooly, no Museu da Marioneta nos dias 9 e 10 de maio, às 21h30
  • Dans l’oeil de Judas, pelo Théâtre du Rugissant, no Teatro S. Luiz nos dias 11 e 12 de maio, às 21h
  • Tête de Mort, de Les Ateliers du Spectacle, no Teatro Maria Matos no dia 12 de maio, às 21h30
  • Salomé perdeu a Luz, de Costanza Givone, no Museu da Marioneta no dia 13 de maio, às 21h30
  • Ciclo M 1 [marioneta um]: M 1.1 e M 1.2, pelo Teatro do Ferro, no Museu da Marioneta no dia 17 de maio, às 21h30
  • Diagnóstico: Hamlet, pela Compañía Pèlmanec, no Teatro Nacional D.Maria II nos dias 18 e 19 de maio, às 21h15
  • La Música Pintada, de Joan Baixas, no Museu da Marioneta nos dias 19 e 20 de maio às 16h

No âmbito do programa de difusão do festival, o FIMFA Lx viajará até às cidades da Guarda e de Montemor-o-Novo onde estabelece outras duas parcerias: na primeira com o Teatro Municipal da Guarda e na segunda com o Espaço do Tempo, onde será apresentada Smart as a Donkey – Esperto como um burro, da companhia TAMTAM Objektentheate, nos dias 5 de maio às 21h30 e 19 de maio às 16h.

Este ano o FIMFA Lx conta com mais de 50 representações provenientes de cerca de 20 países, nomeadamente  de Portugal, Alemanha, Reino Unido e Bélgica.

O preço dos bilhetes varia entre 2€ e 13€. Para mais informações, clica aqui.