Entre os dias 7 e 15 de julho, terá lugar mais uma edição do Curtas Vila do Conde, com uma oferta vasta de filmes inovadores.

Já em pleno verão, o festival terá como realizador em destaque Stanley Kubrick (1928-1999), um cineasta americano incontornável das últimas décadas. Filmes como A Laranja Mecânica (1971), The Shining (1980) ou 2001: Odisseia no Espaço (1968) são obras essenciais da sua arte cinematográfica. É um dos mais importantes autores da história do cinema, com uma capacidade única de inventar novos métodos cinematográficos.

2012 Odisseia Kubrick será, assim, uma celebração do génio cineasta e da influência das suas obras. Mais marcante será a Exposição na Solar – Galeria de Arte Cinemática, com as obras de realizadores e artistas que se apoiaram na filosofia cinematográfica de Stanley Kubrick. Entre eles, já estão confirmadas as presenças de obras de Graham Gussin, Johan Thurfjell, Nicolas Provost, e dos portugueses Pedro Tudela, Miguel Soares, Alexandre Estrela, João Tabarra e João Onofre.

Em paralelo à exposição, serão exibidos alguns dos mais populares filmes de Stanley Kubrick, bem como algumas das suas curtas-metragens. Um outro momento alto do festival será a exibição do documentário Stanley Kubrick – A Life in Pictures (2001), com a presença do seu realizador, Jan Harlan. Durante a sua passagem por Vila do Conde, Harlan vai ainda orientar uma masterclass sobre a obra de Kubrick.

Também em retrospetiva no Curtas estará Olivier Assayas, um dos nomes mais importantes do cinema francês contemporâneo, autor de filmes como Désordre (1986), Irma Vep (1996), Alice e Martin (1998), Demonlover (2002), Clean (2004) ou Tempos de Verão (2007). O Curtas vai dar a conhecer algumas das suas obras menos conhecidas, como é o caso de L’Eau Froide (1994), Paris s’éveille (1991).

Durante estes anos, o Festival tem exibido programas de curtas e longas-metragens de autores tão importantes do cinema contemporâneo como Gus Van Sant, Alexander Sokurov, Peter Greenaway, Apichatpong Weerasethakul, Hou Hsiao Hsien, entre outros (e quase todos presentes em Vila do Conde). Por outro lado, tem revelado autores em emergência no panorama contemporâneo como Eija-Liisa Ahtila, Mike Hoolboom, Matthias Müller, Roman Coppola, Martin Arnold ou Corneliu Porumboiu.

Podem ficar a conhecer mais informações sobre o festival aqui e, para um acompanhamento mais regular, podem clicar aqui para a sua página de Facebook, ou ainda aqui para seguirem o Twitter do Curtas de Vila do Conde.