A lógica dos abraços grátis estendeu-se ao negócio dos refrigerantes. Em troca de um abraço grátis, uma Coca-Cola à borla. A campanha aconteceu pela primeira vez em Singapura, na Universidade Nacional, e está a causar sensação.

Depois das Coca-Colas personalizadas, agora as ‘carinhosas’. A Ogilvy, mentora desta nova campanha publicitária, distribuiu Hug Machines por vários locais e disponibilizou, em troca de abraços, uma lata do conhecido refrigerante. Uma estratégia para aumentar a proximidade entre os consumidores e a marca, humanizando-a, que tem resultado tão bem que, em breve, chegará a mais países do mundo.

A iniciativa publicitária foi concebida por James Procter, que contou com a direção de arte de David Stevanov e Jon Loke e o texto de Kevin Joseph e Troy Lim.

Abre a felicidade:

http://www.youtube.com/watch?v=-A-7H4aOhq0