O Panazorean International Film Festival anunciou ontem os vencedores na sessão de encerramento que teve lugar no Teatro Micaelense, em Ponta Delgada. Na sua primeira edição, o festival subordinado ao tema das migrações e interculturalidade decorreu desde dia 14 de abril.

O Grande Prémio do festival foi entregue ao filme Die Fremde, de Feo Aladag, já América, de João Nuno Pinto, venceu o prémio nacional. PDL-LIS, de Diogo Lima, arrecadou dois galardões: Prémio Açores e o de Novo Talento Regional/ Restart.

 Aqui fica a lista completa de vencedores:

GRANDE PRÉMIO PANAZOREAN INTERNATIONAL FILM FESTIVAL
DIE FREMDE, de Feo Aladag

PRÉMIO NACIONAL
AMÉRICA, de João Nuno Pinto

PRÉMIO AÇORES
PDL-LIS, de Diogo Lima

PRÉMIO RTP2 / ONDA CURTA
DOWN IN EGYPTLAND, de Lükas Zund, e NUVEM, de Basil da Cunha

PRÉMIO MACARONÉSIA / SATA
VIAGEM A CABO VERDE, de José Miguel Ribeiro

PRÉMIO NOVO TALENTO NACIONAL / RESTART
YAMA NO ANATA, de Aya Koretzky

PRÉMIO NOVO TALENTO REGIONAL / RESTART
PDL-LIS, de Diogo Lima

PRÉMIO ESCOLAS / JORNAL AÇORIANO ORIENTAL
L’AGRICULTEUR QUI A QUITTÉ L’AGRICULTURE (alunos Escola Secundária Antero de Quental).

MENÇÃO HONROSA DO JÚRI
YAMA NO ANATA, de Aya Koretzky

PRÉMIO DO PÚBLICO INTERNACIONAL
ALMANYA, de Yasemin Samdereli

PRÉMIO DO PÚBLICO NACIONAL
ÉDEN, de Daniel Blaufuks

PRÉMIO DO PÚBLICO REGIONAL
50 PESOS ARGENTINOS, de Manuel Bernardo Cabral

Inês Moreira Santos