A RTP apresentou ontem, em parceria com a Associação Portuguesa Contra a Leucemia, a segunda edição do projeto Solidários até à Medula, uma emissão especial durante todo o dia, e o concerto solidário, Primavera da Vida, a realizarem-se no próximo dia 19 de abril.

A estação televisiva vai dedicar um dia de emissão a esta causa, que apela à doação de medula óssea, fundamental no combate à leucemia. A apresentação fica novamente a cargo da dupla Tânia Ribas de Oliveira e João Baião, que confessaram ao Espalha-Factos  “o apelo é mesmo dizer às pessoas que isto não custa nada” porque “nós podemos ajudar, podemos fazer a diferença”.

Serenella Andrade que também irá participar na apresentação da emissão especial salientou a importância deste tipo de iniciativas serem feitas pela RTP: “isto sim é serviço público”. A apresentadora admitiu ainda  ser  “um prazer  poder participar nesta emissão”.

Primavera da Vida, o concerto, conta com os nomes de Rui Veloso, Carminho, Camané, Boss Ac, Nancy Vieira, Luís Represas, Paulo Flores e João Gil acompanhados pela Orquestra Filarmónica das Beiras, no Pavilhão Atlântico, a partir das 21h30. A apresentação do concerto fica a cargo de Catarina Furtado.

O concerto foi “desenhado” por Rui Veloso, que na apresentação à imprensa prometeu “um concerto diferente”. O cantor apelou ainda à participação das pessoas  ” porque este concerto também é para ajudar a Associação a continuar o seu trabalho.“Um trabalho que tem sido extraordinário”, acrescentou Rui Veloso.

Os cantores mostraram-se implicados na iniciativa e com o desejo de que a música seja um bom motor para uma maior adesão dos portugueses. “Vão assistir ao concerto, comprem bilhetes. É importante encontrarmos cada vez mais dadores” – apelou Camané ao Espalha-Factos.

No final da apresentação, o presidente da APLC, Manuel Abecasis,  realçou a gratidão da Associação, que ao longo dos anos tem reunido cada vez mais condições para aumentar o seu propósito, através desta e de outras iniciativas. Nas palavras do presidente: “é formidável,  verdadeiramente gratificante ver a maneira como as pessoas colaboram e aderem de uma forma perfeitamente altruísta”. O vice-presidente, Carlos Horta e Costa, referiu a importância desta iniciativa para associação “termos um dia inteiro numa estação de televisão como a RTP, põe as pessoas a contribuir.”

Com Jacinta Oliveira