233 filmes, divididos entre 82 longas e 151 curtas-metragens, é o total de produções que integram a programação do IndieLisboa’ 12. De 26 de abril a 6 de maio, o Festival Internacional de Cinema Independente conta com 222 sessões divididas entre a Culturgest, o Cinema S. Jorge e o Cinema Londres.

Na edição deste ano, o destaque vai para o cinema português que se vê representado através dos 38 filmes escolhidos (6 longas e 32 curtas metragens), 24 dos quais integrando a competição nacional. Considerando que “apesar das dificuldades financeiras, o cinema português resiste e renova-se”, a organização pretende assim “incentivar a exibição de mais filmes nacionais no contexto do festival”.

Destaque para a presença de João Salaviza, distinguido recentemente em Cannes e Berlim. O realizador terá Rafa, galardoado com o Urso de Ouro na Berlinale, integrado na secção Sessões Especiais, e estreará o seu mais recente filme, Cerro Negro, incluído ainda na competição internacional e nacional de curtas-metragens.

httpv://www.youtube.com/watch?v=dH2kjq5p2l0

Às categorias de Competição Internacional, Competição Nacional, Observatório, Cinema Emergente, IndieJúnior, IndieMusic e Director’s Cut juntam-se um ciclo associado aos 50 anos do Festival de Cinema de VienaParabéns Viennale, Cinco Décadas em Cinco Filmes – e outro sobre o emergente cinema suíço – Um Bando à Parte.

As honras de abertura do festival ficam a cargo de Dark Horse, longa-metragem de Todd Solondz. Para a sessão de encerramento, a escolha recaiu sobre Le Skylab, da francesa Julie Delpy, e sobre Take Shelter, do norte-americano Jeff Nichols.

A programação do IndieLisboa’12 espalha-se à noite para além das salas de cinema com o Indie by Night, que “pretende juntar convidados e o público do festival”. A Rua Nova do Carvalho no Cais do Sodré será simbolicamente batizada de Rua Dr. IndieLisboa durante os 11 dias do festival e servirá de espaço às várias festas organizadas no âmbito do evento.

Para além dos filmes, da presença de vários convidados e da animação noturna, o IndieLisboa’12 aposta ainda nas Lisbon Talks, debates e conversas organizadas em parceria com a Universidade Lusófona, realizadas de 29 de abril a 4 de maio no Cinema São Jorge e no Hotel Florida. O objetivo é permitir ao público “ter a oportunidade de fazer parte de um espaço permanente de debate, centrado na produção cinematográfica independente”, garante a organização.

Toda a programação do IndieLisboa ’12 pode ser consultada, em detalhe, no site oficial aqui.