O número de espectadores nas salas de cinema portuguesas diminuiu cerca de 18% no primeiro trimestre deste ano.

Há cada vez mais lugares vazios nas salas de cinema nacionais e, no primeiro trimestre, o número caiu para aproximadamente três milhões de espectadores. Os dados foram revelados pelo Instituto do Cinema e do Audiovisual e falta apenas contabilizar os últimos três dias do mês de março. Em 2011, o número de espectadores foi de cerca de 3,7 milhões, ou seja, este ano houve uma quebra de 678 mil idas ao cinema entre janeiro e março.

A diminuição das receitas também se reflete nas bilheteiras, que caíram 13% (16 milhões de euros), num total de menos 2,4 milhões em relação ao ano passado, apesar do aumento no custo dos bilhetes.

Dos filmes mais vistos, apenas três conseguiram lucrar mais de um milhão de euros. Sherlock Holmes: O Jogo das Sombras, que levou 280 mil pessoas às salas de cinema; Os Descendentes, que conquistou 231 mil espectadores e A Invenção de Hugo em 3D, com 164 mil.