A Rádio Lourinhã foi alvo de uma tentativa de assalto na manhã de hoje, acabando incendiada pelos ladrões.

A tentativa de assalto ocorreu logo ao início da manhã, quando no local apenas se encontrava uma funcionária administrativa, que terá ouvido um barulho e, quando foi ver o que se passava, levou uma pancada na cabeça e foi amarrada, avança a Agência Lusa.

Não há certeza sobre o número de pessoas envolvido no crime, cujo objetivo era, aparentemente, roubar equipamentos da estação emissora, plano que acabou por não se concretizar. A presença matinal da colaboradora da estação, que se encontrava a trabalhar mais cedo do que o normal, ainda antes das sete da manhã, terá sido o que evitou o furto do material.

Depois de terem amarrado a funcionária e vendo as suas intenções frustradas, os meliantes pegaram fogo às instalações da rádio e entraram em fuga, deixando a vítima no seu interior.

As chamas apenas deflagraram na zona de entrada da rádio, sendo o incêndio combatido pelos bombeiros locais a partir das 06h40. Não houve danos nos estúdios, no entanto Nuno Reis, presidente da estação, admitiu à Lusa que os prejuízos podem ser “elevados“, dado o fogo ter destruído “paredes, vidros e o fumo provocado poderá ter danificado a tecnologia“.

O material danificado não estava coberto por seguro. Uma opção tomada pela direção da rádio, que se encontra a atravessar dificuldades económicas e deve aos trabalhadores um salário e o subsídio de Natal.

A funcionária, que acabou por conseguir escapar saltando uma janela, foi assistida pelos bombeiros e transportada para a urgência do Centro Hospitalar de Torres Vedras, onde está a ser acompanhada devido à inalação prolongada de fumo.