Esta semana, as produções cinematográficas portuguesas estão em força: uma longa metragem e um documentário portugueses estrearam esta quinta-feira, 29 de março, nas salas de cinema. Falamos de A Vingança de uma Mulher e É na Terra não é na Lua, respetivamente. Também uma produção francesa e duas americanas competirão no Box Office. O Espalha-Factos elege como Estreia da Semana o premiado documentário É na Terra não é na Lua.

É na Terra não é na Lua, de Gonçalo Tocha, foi o grande vencedor do DocLisboa 2011, na sua IX edição. O documentário concorria com mais de 12 filmes, tendo vencido o Grande Prémio Cidade de Lisboa para melhor longa ou média metragem, no valor de 10 mil euros. O sucesso estendeu-se além fronteiras e na Suiça o realizador recebeu uma menção honrosa no Festival de Locarno 2011. Para Gonçalo Tocha, É na Terra não é na Lua “é uma espécie de arquivo contemporâneo em movimento”, de “uma microcomunidade, fechada em si própria”.

Rodado durante 4 anos na Ilha do Corvo, nos Açores, um operador de câmara e um técnico de som chegam à ilha, a mais pequena do arquipélago. O Corvo é um grande rochedo de 6 quilómetros de comprimento por 4 de largura em pleno oceano Atlântico, com uma cratera de vulcão, e uma única vila habitada por 440 pessoas. Pouco a pouco, a pequena equipa de filmagens vai sendo aceite pela população da ilha, mais duas pessoas a juntar-se a uma civilização com quase 500 anos. A história do Corvo torna-se, então, difícil de reconstruir, devido à falta de registos e memórias escritas.

O drama português A Vingança de uma Mulher, de Rita Azevedo Gomes, conta a história de Roberto, um homem experenciado em mulheres que pensa já ter vivido tudo. No entanto, uma certa noite envolve-se com uma enigmática mulher, que o deixa perdido. O elenco conta com Francisco Nascimento (Noite Sangrenta), Manuel Mozos (Jogo da Glória), Rita Durão (O Dez), entre outros.

Nas estreias desta semana, contamos ainda com a comédia francesa Amigos Improváveis, com a comédia americana Comprámos um Zoo!, e com Fúria de Titãs, uma ação e aventura também americana. Em Amigos Improváveis, de Eric Toledano e Olivier Nakache, Philippe (François Cluzet) sofre um acidente de parapente e contrata Driss (Omar SySafari), a pessoa mais improvável, para o ajudar na sua recuperação.

Comprámos um Zoo!, de Cameron Crowe, conta a história de Benjamin (Matt Damon), um pai de dois filhos, que terá que lidar, juntamente com eles, com a perda da sua mulher. Ao aperceberem-se que a sua nova casa é um zoo, as suas vidas encontram um novo rumo, com a ajuda de Kelly (Scarlett Johansson).

Por fim, com Fúria de Titãs, de Jonathan Liebesman, chega-nos a sequela de Confronto de Titãs. Os Deuses estão a perder o controlo sob os Titãs e o seu líder Kronos, pai de Zeus (Liam Neeson), Hades (Ralph Fiennes) e Poseidon (Danny Huston). Ares (Édgar Ramírez) faz um acordo com Kronos para capturar Zeus. A força dos Titãs cresce à medida que Zeus perde os seus poderes e o inferno é libertado na Terra.

Vê aqui o trailer da nossa Estreia da Semana:

Box Office

Na Estreia da Semana, analisamos também o Box Office da semana passada. Na semana de 15 a 21 de março, John Carter, de Andrew Stanton, liderou a tabela com uma receita bruta de 170.515,08 Euros e 25.927 espectadores. Viagem ao Centro da Terra 2: A Ilha Misteriosa, de Brad Peyton, desceu uma posição, tendo tido esta semana uma receita bruta de 147.683,49 Euros e 20.991 espectadores. A fechar a tabela, encontra-se Amor e Outras Cenas, de David Wain, a somar 122.541,33 Euros de receita bruta e 24.448 espectadores.