O centro cultural da Malaposta passa o documentário sobre Natália de Andrade, Natália, a diva tragicómica, de João Gomes. A sessão é na próxima sexta-feira, às 21H30 e seguido de um debate com o realizador.

O documentário de João Gomes segue a vida de Natália desde a sua infância, que a própria classifica de “infeliz“, até ao seu sucesso como cantora lírica, alvo de culto pelos eruditos. Para o público, é ainda conhecida por ser objeto de caricaturas humorísticas. Esta figura é definida em 55 minutos por personalidades como Herman José, Júlio Isidro e Armando Carvalheda. “Um belo documentário sobre Natália Andrade, um filme que merecia ser mais visto“, na ótica de Nuno Markl.

Na Malaposta, a apresentação da obra e a sua discussão são dirigidas por João Gomes. O preço é único e de 3 euros.