E no seu sétimo e último dia, o Monstra – Festival de Animação de Lisboa convidou pais e filhos a recordarem clássicos da animação. E para quem queria ver ou rever os vencedores desta edição do evento, o Cinema São Jorge e o City Alvalade reservaram cada um duas sessões de premiados.

Animais Unidos, de 2010, abriu a manhã no São Jorge, ao mesmo tempo que, em Alvalade, era Bambi que fazia as delícias das famílias. À tarde, a história do pequeno veado passou para a Avenida da Liberdade, onde se seguiram as sessões de premiados. No City Alvalade a tarde continuou animada para os mais pequenos com La Maison des Contes e Os Aventureiros. Entre outras sessões, Fritz the Cat encerrou a noite.

Bambi

O clássico da Disney Bambi, de 1942, marcou presença no Monstra, 70 anos depois da sua estreia. Adultos e crianças emocionaram-se (alguns, uma vez mais) nas duas sessões do filme. Nunca esqueceremos a história do jovem veado, o “Príncipe da Floresta”, e todos os seus amigos, nomeadamente Tambor e Flor. Acompanhamos o seu crescimento feliz na floresta, no meio dos outros animais, até que essa felicidade é posta em causa por caçadores, que matam a sua mãe.

Temas fortes como a morte estão presentes num filme infantil, que quer mostrar como o homem pode destruir a Natureza. Em Bambi, o vilão é o ser humano. Apesar da temática, por vezes, pesada para crianças, as canções e a alegria dos animais fazem deste um filme belo e inesquecível.

O Monstra despediu-se ontem da melhor maneira, recordando vencedores e continuando a animar gente de todas as idades. Para o ano cá esperamos mais uma edição com a animação como anfitriã e muitas novidades nacionais e internacionais.

Inês Moreira Santos