Uma série de animação infantil com assinatura portuguesa vai correr o mundo. Rui Miranda e Rodrigo Carvalho preparam-se para exportar a Nutri Ventures, apresentada no dia 3 de Março no Cinema S. Jorge no âmbito do MONSTRA, Festival de Animação de Lisboa. O projeto avaliado em 7,5 milhões de euros começou há dois anos e emprega hoje 70 pessoas.

Em tempos de crise é preciso ser criativo e arriscar. Rodrigo Carvalho e Rui Miranda são bons exemplos disso: licenciados em engenharia aeroespacial e gestão respetivamente, decidiram há dois anos montar (fora das suas áreas) a empresa de entretenimento Nutri Ventures. Hoje, apresentam-se como os rostos do maior projeto de animação feito em Portugal.

A ideia de partida foi a de ajudar crianças de todo o mundo a desenvolverem bons hábitos de alimentação. Um grande objetivo com uma receita simples: uma boa estratégia de internacionalização e o reconhecimento de credibilidade.

Criar uma marca internacional desde raiz era o objetivo. Todo o estilo gráfico, história e conteúdos foram desenhados de forma a que fossem globalmente aceites e depois adaptados ligeiramente para cada mercado” explicou Rui Miranda à Lusa.

A necessidade de “massa crítica para ter sucesso” foi por seu turno garantida pelas diversas parecerias com a Organização Mundial de Saúde (OMS), com os ministérios da Educação e Saúde e associações nutricionistas de vários países.

O interesse da OMS foi tal que esta sugeriu que se avaliasse o impacto da série. “Quando nos foi apresentado o projeto vimo-lo com bastante interesse não só pelos aspetos tecnológicos, mas particularmente pela mensagem e, uma vez que vai ser transmitida em muitos países, achámos que era importante medir o seu impacto. Por isso, sugerimos a realização de um estudo e ajudámos a estabelecer contactos com organismos com grande capacidade de investigação na área da promoção de saúde“, contou à Lusa João Breda, coordenador do programa de nutrição, atividade física e obesidade.

O estudo vai já decorrer a partir do segundo semestre de 2012, em Portugal, na Holanda e na Hungria.

Com 70 pessoas a trabalharem diariamente no projeto, Rodrigo Carvalho garante que este tem “100% de talento português”. De facto, apenas três dos integrantes não são de nacionalidade portuguesa.

A animação é feita no maior estúdio de animação 2D em Portugal, o Bang! Bang! Animation Studio, criado pelo gestor Miguel Braga. O estúdio é produtor, entre outros, das séries Zig Zag transmitidas pela RTP2 e dos Espadinhas, figuras infantis do supermercado Intermarché. No entanto, Nutri Ventures é o maior projeto que a empresa já teve em mãos e é nas novas instalações na Avenida 5 de Outubro em Lisboa, que algumas das 46 pessoas da equipa Bang! Bang! criam os 53 episódios da ambiciosa série.

Posteriormente, dão vida aos personagens da série entre 21 a 23 atores, mas a responsável pela direção artística de atores prevê o crescimento da equipa. “Sempre que surgem novas personagens terei de trazer novos atores“, explicou Carla de Sá.

Dos 7,5 milhões de euros, cerca de dois terços são para a criação dos episódios. Rui Miranda acredita que o retorno do investimento só acabará por vir com os acordos de licenciamento e merchandising e consequente comercialização de produtos relacionados, como jogos e livros.

No que toca a Portugal, em breve poderemos ver os pequenos heróis da nutrição na RTP2 e também no Canal Panda.

No panorama internacional, a série vai chegar ao Brasil, Hungria, Polónia e Israel já em outubro. Estão também a decorrer negociações com o Reino Unido, Itália, México e China para que as aventuras nutricionais cheguem a estes países ainda este ano.

Nutri Ventures já deu também um salto à Casa Branca, onde inclusivamente os dois fundadores foram confundidos com um General e um Senador. A visita constou de uma reunião com o responsável do Let’s Move!, projeto contra a obesidade da primeira dama Michelle Obama.

A história de Nutri Ventures

A história centra-se num grupo de crianças Teo, Lena, Ben e Nina e  na sua luta contra um vilão que, para dominar o mundo, destrui todos os alimentos e criou uma barra calórica que só precisa de ser comida uma vez por dia. As crianças têm a ajuda de super-poderes adquiridos pelos alimentos que um grupo de nutricionistas conseguiu esconder.

Veja o trailer em inglês:

watch?v=KjTz3q_xnMk&feature=player_embedded

Clique aqui para visitar o site da Nutri Ventures.